SQL Saturday #253

Galera, é com muita felicidade e empolgação que anuncio o primeiro SQL Saturday de Brasília, e também minha primeira oportunidade como palestrante.

O evento

O SQL Saturday é um evento gratuito, que acontece no mundo todo, voltado para SQL Server e acontece, na maioria dos casos, em um sábado. É o dia inteiro com palestras sobre temas voltados ao produto. Aqui em Brasília será o de número #253.

Já temos mais de 400 inscritos no evento da capital brasileira, e isso reforça que além de ser uma boa oportunidade para aprender e tirar dúvidas sobre SQL, você poderá conhecer novos profissionais da área e fazer networking.

O evento vai ocorrer lá em Taguatinga, na Faculdade Projeção. Mais informações, consulte o link abaixo.

Também, para as empresas da área de TI, é um excelente local para encontrar aquele profissional que estão precisando. As empresas que quiserem patrocinar o evento, podem entrar em contato com o organizador do evento aqui em Brasília, Luciano Moreira [luti], no seguinte endereço: luciano.moreira@srnimbus.com.br.

Aqui em brasília, teremos temos bem legais divididos em 4 categorias (tracks): Desenvolvimento (Dev), DBA, BI (Business Intelligence) e Academic (Iniciante). A agenda do evento é a seguinte: (ainda poderá sofrer algumas pequenas alterações)

SQLSat253_Agenda

Então como podem ver são temos bastantes interessantes, então nao fique de fora!

Para participar você apenas precisa se registrar no link: http://www.sqlsaturday.com/253/register.aspx (apenas em inglês)

Você também pode encontrar mais informações em: http://www.sqlsaturday.com/253/eventhome.aspx

Minha palestra

Como eu disse agorinha, eu terei a primeira oportunidade de palestrar em um evento oficial. Estou muito empolgado e feliz, pois  sempre aprendi lendo posts, livros, videos de pessoas que tiveram a boa vontade de passar o conhecimento, e poder retribuir isso é gratificante!!!

Irei falar sobre um tema que já tive muitas dúvidas, inclusive desde quando era um desenvolvedor SQL: Índices. Quando escrevia códigos, sempre queria saber como otimizar as consultas e muitas respostas me levaram a artigos e sites falando sobre “índices”. Me lembro que uma das perguntas que eu me fazia era: “Se um índice ajuda tanto, porque ele já não vem criado?”.  Também, já vi muitos desenvolvedores chegarem a pedir a criação dos mesmos com justificativas nada convincentes. E ainda, onde eu mesmo já fui vítima, já vi pessoas sugerir a criação de um índice na intenção de melhorar uma consulta, e na verdade o mesmo não iria ajudar em nada.

Com base nisso, o objetivo desta palestra, Índices: Introdução, é responder algumas perguntas comuns a quem nunca teve contato, ou teve pouco com eles:

  • O que são índices e como eles podem ajudar a melhorar uma consulta ?
  • Quando um índice ajuda ?
  • Quando um índice não ajuda ?
  • Por que os índices já não vem criados se eles ajudam tanto ?

E para  entendermos isso eu estou partindo do principio que o publico alvo da palestra seja realmente aqueles que desenvolvem usando o T-SQL ou que já tiveram um contato bem superficial com índices.

Assim, a palestra terá uma base para entendermos um pouco como as coisas são armazenadas dentro do SQL Server, e a partir daí iremos caminhando entendendo alguns problemas que existem, e finalmente como os índices podem ajudar. Aí então, vamos aprender como o SQL Server implementa isso, e como usamos esse recurso bastante poderoso (sim, consultas de 1 min podem cair para segundos com isso).

Segue o tópicos que pretendo abordar:

    1. Overview de Tabelas e Colunas
    2. Overview de Tipos de Dados
    3. Como os dados de tabelas são armazenados?
      1. Data Pages
    4. Pesquisando valores em tabelas
    5. O conceito de Índices
    6. Tipos de Índices no SQL Server
    7. Características e Utilização
    8. Os custos de se ter Índices

É claro que daqui para o dia do evento poderei acrescentar, ou mesmo tirar, alguns tópicos, mas a ideia gira em torno disso aí.

Após isso, espero que os presentes consigam entender melhor para que serve um índice e quando ele pode ajudar ou não.

Bom caro amigo, então é isso! Espero que goste do evento, e que aproveite a oportunidade. Depois do evento posto no blog como foi e os arquivos da palestra! Espero você lá!

 

Rodrigo Ribeiro Gomes
[]’s

Impressões da Prova 70-457: SQL 2008–> 2012 (Part 1)

Bom hoje eu resolvi quebrar um pouco da série, e dar um feedback sobre a prova 70-457 (Transition your MCTS on SQL Server 2008 to MCSA: SQL Server 2012, Part 1). Como minha primeira prova de transição eu fiquei um pouco surpreso com o formato. A prova é tem 50 questões, dividas em duas partes de 25.

Na primeira parte, veio muita questão voltada a administração. Num primeiro momento, como eu não sabia, achava queria cair mais algo voltado para desenvolvimento. Questões bastantes conhecidas para quem fez as provas do 2005/2008 estavam lá. Uma que me lembro, e que é comum entre as atividades da maioria dos DBA’s, era sobre o logs do SQL Agent: Você precisava ver o output produzido pelas steps de um job a questão te perguntava como habilitar isso.  Backup & Restore tomou conta em umas 3 ou 4 questões. Uma delas te perguntava quais os passos para restaurar um backup do SQL Server 2005 para o 2012. Falando em passos, uma coisa na prova deixou ela mais fácil: as perguntas cujo a resposta era composta por várias ações sempre tinham o número de passos. Isso facilita um pouco quem não domina determinado assunto, mas tem alguma noção. Por exemplo, a pergunta final do backup acima era mais ou menos assim:

“Quais os três passos para se completar a tarefa”

Em relação a alta disponibilidade caiu boas perguntas sobre as tecnologias novas e as velhas conhecidas, como replicação. Nas duas partes, existiam um grupo de respostas que eram repetidos em vários perguntas diferentes. No meu caso foi para essa parte de HA, e na parte de Query (a segunda parte da prova). O que predominou nesse assunto foi comparar qual determinada tecnologia é melhor em dada situação. Acho que essa abordagem já é conhecida. Também, me lembro de 1 ou 2 perguntas sobre Failover Cluster, que mantém o mesmo padrão de provas anteriores (gerenciamento do cluster, atualização, fazer o failover, etc.).

Em um mix bem bacana, caiu perguntas sobre PBM, Audit, XE e profiler. A maioria delas te dava uma situação e perguntava qual tecnologia usar. Me recordo de algumas sobre Audit, perguntando sobre a sintaxe para fazer determinada tarefa. Perfmon também deu alguns sinais de vida nesse tipo de questão comparativa.

A outra parte, veio querying pesado. Como eu sou fã da parte de perfomance já adianto que caiu umas bem “desafiadoras”, porém algumas mal formuladas. Em uma dessas, o questão te dava uma querie que usava uma UDF e perguntava qual das opções era a melhor escolha para otimizar a consulta.  Funções analíticas não me recordo de muita coisa, apenas de uma questão, onde você deveria saber a diferença entre LAG E LEAD e o efeito da cláusula OVER sobre ela. (aproveito para compartilhar este artigo do Fabiano Amorim, no simple talk, que te dá uma visao bacana dessa funções e uma boa explicação sobre o conceito do  “frame/window”). Pode crer, este artigo me salvou! Smile

No geral a parte de query caiu perguntas bem conhecidas dos outros exames de query, incorporando algumas com as novas funcionalidades. Dessa vez eu não vi nenhum para fazer a análise de um plano de execução. Mas teve view indexada, data modification, etc.

SSIS teve sua presença em umas 4 ou 5 questões, junto SQL Server Agent, jobs, etc.

Em suma, eu gostei da prova, achei cheia de questões legais e senti uma dificuldade maior do que nas outras provas. Talvez seja porque ainda não estivesse muito em contato com a nova versão do produto ( e já tá vindo a 2014 pra piorar melhorar a minha vida, rs!). Uma dica que eu dou é ver o “What’s New” do 2012, ver o que tem de novo, e estudar esses assuntos (no próprio link tem breve explicações que já ajudam). Tem muita coisa bacana que veio para resolver problemas antigos, assim quem já tem alguma experiência desde a versão 2005, consegue assimilar tranquilo as novas funcionalidades.

No mais é isso galera, até o próximo post. A nossa série sobre o SELECT ainda não parou, em breve a continuação. Quando fizer o Part 2, eu posto aqui os resultados.

Também aproveito para falar que post da parte de administração também estarão em breve saindo do forno. E se você tem alguma sugestão, não deixe de usar o espaço “on demand” para colocar algum assunto. Até a próxima!


[]’s
Rodrigo Ribeiro Gomes